Blog da ESSOR

Bike Registrada e ESSOR: desafios e perspectivas para o mercado de bikes no Brasil

Bike Registrada e ESSOR: desafios e perspectivas para o mercado de bikes no Brasil

23 de junho de 2021

Parceira ESSOR, a Bike Registrada surgiu com o propósito de inibir o comércio de bikes roubadas, proporcionando mais segurança aos ciclistas e contribuindo para a expansão do uso de bicicletas no Brasil. Com o primeiro sistema de Cadastro Nacional de Bicicletas, o serviço oferece um cadastramento simples e rápido, identificando os dados de bikes e seus respectivos donos. Dessa forma, qualquer pessoa pode consultar os dados e constatar a situação legal da bike, basta ter o aplicativo da Bike Registrada instalado no celular.

Em operação desde 2013, mais de 350 mil ciclistas estão cadastrados na Bike Registrada. O cadastro é gratuito e o banco de dados possui registros de ciclistas de todo o país. Atualmente, a plataforma expandiu os serviços e oferece, entre outros, o Seguro Bike, o Classificados Bike Registrada e outros produtos que agregam mais segurança e comodidade ao cotidiano dos ciclistas.

De acordo com Alexandre Leonardo, co-founder e CMO da Bike Registrada, hoje em dia pedalar não se resume a colocar o capacete, as luvas e sair pela cidade: a tecnologia está intimamente ligada ao uso da bicicleta. O celular faz parte do check list do ciclista, seja para ouvir música ou para usar apps de geolocalização. “Nesse contexto, a Bike Registrada entra no quesito de informação e segurança. Por meio de nosso blog, redes sociais e conteúdos por e-mail, a gente trabalha para que o ciclista tenha informações essenciais e novidades. Na segurança, a Bike Registrada oferece serviços 100% digitais que estão alinhados a essa nova era que é totalmente baseada em tecnologia digital”, destaca.

Seguro Bike na era digital

Segundo pesquisas realizadas pela Bike Registrada, o maior medo dos ciclistas é ter a bicicleta roubada, seguido de sofrer um acidente. Conforme mais pessoas adotam a bicicleta como meio de transporte, mais casos de roubos e furtos têm sido registrados, o que aumenta a sensação de insegurança dos ciclistas.

Em atenção à crescente necessidade de segurança, o Seguro Bike é hoje o principal produto da Bike Registrada. Mas não se trata de qualquer seguro: o produto oferecido pela plataforma é 100% alinhado à era digital, sem carência ou multa, e com funcionamento mês a mês. “Dessa forma, o ciclista que compra uma bike na loja e quer sair para pedalar no mesmo dia, com a cabeça tranquila, só precisa acessar o site e fazer o seguro. Em minutos ele estará com o serviço contratado”, indica Alexandre.

O CMO comenta que a parceria com a ESSOR para oferta do Seguro Bike atende às principais exigências da Bike Registrada, com um produto de assinatura digital, ágil e simples, considerando as reais necessidades dos ciclistas. “A alta credibilidade da ESSOR, assim como o foco na digitalização, grande escala e objetivos claros em relação ao mercado de seguro de bike são diferenciais para a nossa parceria”.

Futuro da bike no Brasil

Para Alexandre, o mercado de bicicletas no Brasil está crescendo em sintonia com o cenário mundial. Assim como a venda de bicicletas elétricas cresceu no último ano na Holanda, por exemplo, no Brasil o mercado registrou aumento de 28,4%, confirmando a tendência mundial por veículos elétricos. Considerando o atual contexto de pandemia, e a  crescente atenção social para a preservação ambiental, tanto a indústria tem feito grandes mudanças na sua forma de produção quanto as pessoas estão buscando por meios de transporte menos danosos ao meio ambiente, que promovam melhorias na saúde e na qualidade de vida.

“Todo esse movimento de novos hábitos, a digitalização de serviços e a busca por uma vida mais ativa, está fazendo a bike ser um dos principais mercados mundiais do pós-pandemia”, pontua Alexandre. O co-founder da Bike Registrada destaca que o Brasil está se tornando um paraíso do ciclismo, em diversas modalidades, Um exemplo é que o país será sede da Copa do Mundo de MTB em 2022.

Aliado à chegada de startups e investidores em projetos de bikes compartilhadas, o mercado brasileiro só tende a se desenvolver com mais velocidade, promovendo a integração e a diversificação da mobilidade urbana. “Hoje temos muito mais pessoas pedalando, principalmente iniciantes, que precisam de apoio para circular com segurança.    As cidades também estão se adaptando para atender mais pessoas de bike, com ciclovias, pontos e apoio, bicicletários e outros serviços”, acrescenta Alexandre.

Leia também:

ESSOR Seguros fecha parceria com insurtech Bike Registrada

ESSOR e Bike Inspec desenvolvem solução para os Corretores de Seguros 

Compartilhar via:

Posts Relacionados

Seguros em alta: setor registra crescimento pelo terceiro mês consecutivo
27/11/2019

Seguros em alta: setor registra crescimento p...

O segmento de seguros no Brasil vive um período de crescimento exponencial. Só no primeiro semestre […]

Leia mais...
Casa sustentável… de papelão
19/04/2017

Casa sustentável… de papelão

Já pensou em morar em uma casa de papelão? E se ela ficar pronta em um […]

Leia mais...