popup popup
blog blog blog

Blog

blog da essor

blog da essor

Os melhores conteúdos para proteger o seu patrimônio você encontra aqui.

Mercado náutico com quem entende

Mercado náutico com quem entende

24 de janeiro de 2020

A abertura do mercado náutico marcou um período de crescimento, expandindo as margens do setor para novos consumidores. A crescente cultura náutica nacional é embalada pelos bons ventos da economia, acompanhada de um novo olhar sobre as embarcações: uma opção de lazer disponível para toda a família. Assim como outros segmentos, se a economia vai bem, há crescimento de mercado. Assim como nos períodos de crise, é normal haver retração.

 

Nesse contexto, feiras e eventos são o maior termômetro do setor náutico no Brasil. Grandes salões, como o São Paulo Boat Show, trazem um novo fôlego para o mercado, com novidades para todos os bolsos e gostos. No sul do país, Santa Catarina, o estado com maior número de estaleiros do Brasil, registrou incremento nos serviços náuticos na casa de 30%, devido ao aumento da movimentação no litoral.

 

Perspectivas para 2020

 

O desfecho positivo de 2019 indica uma boa projeção para 2020, porém, é preciso estar atento às nuances econômicas. Segundo Pedro Simões, gestor de Seguros Náuticos da ESSOR, a atual alta do dólar influencia diretamente a produção dos estaleiros nacionais, cujo custo está atrelado à moeda estadunidense.

 

“Não vejo um grande crescimento em termos de frota, mas acredito que o mercado está aberto para novos negócios no tocante a embarcações de pequeno ou altíssimo valor”, comenta Simões. A perspectiva é que a movimentação seja mais intensa no mercado de usados, como uma tendência crescente no setor.

 

Insights sobre o mercado de seguros embarcações

 

Assim como um automóvel ou outro bem, garantir a proteção do investimento e estar assegurado em eventuais incidentes é primordial. Porém, segundo dados da Associação Brasileira dos Construtores de Barcos e Seus Implementos (Acobar), apenas 25% das embarcações de passeio e recreio são asseguradas no Brasil.

 

De acordo com Simões, os dados da associação refletem um aspecto cultural brasileiro, não algo específico dos proprietários de embarcações. Porém, os tempos estão mudando. Para Fábio Avellar, diretor comercial da Brancante Seguros, parceira estratégica da ESSOR, já é possível perceber a conscientização por boa parte dos navegadores.

 

“O que precisamos é difundir mais a existência dessa modalidade de seguro para todo o Brasil. Assim como é necessário entender que as embarcações de pequeno porte também podem e devem ser seguradas, a partir da elaboração de produtos exclusivos”, destaca Avellar. Ele acrescenta que é preciso ter visão de mercado: “O proprietário de barco pequeno hoje, certamente, será o do barco grande amanhã”.

 

Seguro embarcações ESSOR

 

Desenvolvido em parceria com a Brancante, o Seguro Embarcações da ESSOR difere dos comumente ofertados. Decorrente da experiência e capacitação dos profissionais envolvidos, a companhia oferece um seguro aberto quanto às características técnicas das embarcações.

 

“O intuito, ao contrário das congêneres, não foi criar regras pré-concebidas e sim trabalhar o mercado de modo mais amplo. Os corretores, especificamente, aqueles sem muita experiência no produto, têm reconhecido que o amparo técnico e um produto mais aberto facilita a venda”, destaca Simões.

 

Outro diferencial está no atendimento especializado ao corretor. A expertise no segmento náutico, somada à estrutura e suporte, é sentida pelo cliente final. “Mesmo as corretoras que não possuam um conhecimento mínimo do produto têm suporte adequado de maneira que possam, efetivamente, desenhar e atender o cliente com uma apólice correta para o risco em questão”, acrescenta o gestor.

 

O que faz a diferença para o cliente?

 

Avellar aponta que, atualmente, a maior insegurança do cliente está relacionada à própria seguradora. Perguntas como: tem certeza que posso confiar nessa seguradora? Ela não vai fechar ou modificar tudo no próximo ano? São dúvidas habituais. “Isso ocorre por conta de um grande período em que seguradoras entraram e saíram do mercado, e modificavam seus produtos (cobertura/preço) constantemente”, explica.

 

O diretor esclarece que é essencial que o corretor extraia a maior gama de informações possível do comandante da embarcação. Portanto, faz-se imprescindível uma conversa direta, sem intermediários, com o proprietário.

 

“É necessário obter o máximo de informações sobre os hábitos do comandante, sua região de navegação, o local de guarda da embarcação, discutir valores de coberturas e explicar todas baseando-se na necessidade de cada um. Então, por fim, analisar franquias e preço final do seguro. Essa deve ser a prática e não a forma inversa, que é a mais praticada no mercado”, esclarece Avellar.

 

Destaques do produto ESSOR

 

Ao contrário dos produtos oferecidos pelo mercado, o seguro da ESSOR destaca-se por:

 

  • Flexibilidade: a possibilidade de um produto flexível que analisa toda e qualquer embarcação.

 

  • Seguros para jet-ski: produto que, por muito tempo, o mercado solicitava e não havia oferta.

 

  • Pagamento facilitado: inovação ao lançar pagamento em 6x sem juros.

 

  • Expertise no mercado náutico.

 

COMPARTILHAR:

siga nossas redes sociais