popup popup
blog blog blog

Blog

blog da essor

blog da essor

Os melhores conteúdos para proteger o seu patrimônio você encontra aqui.

Dia do Motorista: um dia para refletir e valorizar estes profissionais

Dia do Motorista: um dia para refletir e valorizar estes profissionais

25 de julho de 2017

Desgastante, perigosa, mas, ao mesmo tempo, apaixonante. Assim a profissão de motorista de ônibus é definida pelos profissionais ouvidos pela pesquisa da CNT1, no primeiro trimestre do ano.

 

Não é para menos. Quase 70% dos 1.055 motoristas que participaram do levantamento estão há mais de cinco anos atrás do volante, percorrendo, em média, 52 quilômetros em uma jornada diária de 8h.

 

Este dia 25 de julho, também conhecido no Brasil como o Dia do Motorista, deve ser um momento de reflexão, tanto pelos profissionais quanto pelos empresários de empresas de transporte de passageiros. É preciso rever conceitos e valorizar essas pessoas que, diariamente, levam passageiros a seus destinos, sempre priorizando a segurança.

 

São eles que representam a empresa perante seus clientes – os passageiros. Por isso, é preciso estar atento às suas necessidades e aos seus desejos dentro da profissão. E, hoje, o foco principal é a segurança.

 

A mesma pesquisa da CNT aponta que 28,7% dos motoristas já foram vítimas de roubos ao longo de suas jornadas nos últimos dois anos. Outros 33,2% declararam já se envolver, ao menos, em um acidente de trânsito em igual período.

 

E qual a melhor forma de proteger os seus profissionais? São diversas, e uma delas diz respeito aos seguros. São eles que garantem ao empresário uma ampla proteção aos motoristas, que também é um sinal de valorização. Essa é uma das diretrizes da ESSOR Seguros, a Seguradora da Inovação. Nossos produtos são desenvolvidos para proteger aquilo que é mais valioso a todos nós: a vida das pessoas.

 

Afinal, com motoristas certos de que estão sendo respeitados por seus empregadores, maiores são as chances de todos chegarem ao seu destino sem maiores percalços.

 

1Fonte: CNT

COMPARTILHAR:

siga nossas redes sociais